Boas notícias para novas mamães e papais!

Fonte: Senado Federal

Agorinha foi aprovado na Comissão de Assuntos Sociais e está em análise na Câmara dos Deputados, o projeto que propõe que a licença-maternidade para trabalhadores em regime de CLT, passe de 120 para 180 dias.

A medida é considerada um grande avanço social, apesar de ainda, não superar as existentes em alguns países nórdicos – que ultrapassam os seis meses.

Qual seria o próximo passo? Vamos falar de licença-paternidade, por favor?

#informação #suporte #união #ImpactoMulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *